Sábado, 16 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
POLÍCIA | FORMOSA GO
08/01/2021 - 14:55
Professor foi torturado por jovem e adolescente antes de morrer
Principal suspeita é que dupla queria as senhas dos cartões de crédito da vítima. Corpo tinha 15 marcas de facadas em lugares não vitais e foi encontrado em uma estrada de terra em Formosa (GO).
O Âncora GO
Fabiano Rabelo Mendonça foi torturado e morto. / Foto: Reprodução Facebook.

O professor Fabiano Rabelo, de 35 anos, foi torturado por um jovem de 19 anos e um adolescente, de 17, antes de ser morto em Formosa-GO, no Entorno do Distrito Federal, segundo a Polícia Civil. O delegado Danilo Meneses informou que a principal hipótese é que os dois queriam as senhas dos cartões de crédito da vítima.

O maior foi preso e o menor foi apreendido na tarde de quinta-feira (7), em Planaltina, Distrito Federal. De acordo com o delegado, os dois eram amigos e já tinham passagem pela polícia. Ao serem interrogados, nenhum dos dois confessou o crime e ficaram jogando a culpa um para o outro. Os nomes dos suspeitos não foram divulgados.

Fabiano foi morto dia 5 de dezembro, mas o corpo só foi achado no dia seguinte. A vítima teve celulares, um tablet e o carro levados. Foram encontradas 15 marcas de facadas em locais não vitais, o que demonstrou a tortura.

"Eles queriam alguma informação da vítima, acreditamos que fossem as senhas dos cartões. Eles foram encontrados jogados próximo ao corpo do professor", disse o delegado.

O jovem já tem passagem pela polícia por tentativa de homicídio. Agora, ele vai responder por latrocínio, tortura e corrupção de menor.

Já o adolescente já cumpriu medida socioeducativa por matar um idoso com problemas mentais em 2018. Ele vai responder, agora, pelos atos infracionais análogos a tortura e latrocínio.



Fonte: G1 GO

             
    PUBLICIDADE