Domingo, 17 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
POLÍCIA | CUIABÁ MT
19/10/2020 - 14:10
Paciente denuncia ter sido estuprada por enfermeiro em UTI do Hospital Municipal de Cuiabá-MT
A vítima, de 45 anos, percebeu que foi violentada sexualmente e chamou os médicos. A situação ocorreu no sábado (17), mas só foi divulgado nesta segunda-feira (19).
O Âncora MT
Hospital Municipal de Cuiabá-MT (HMC) Dr. Leony Palma de Carvalho. / Foto: Reprodução Vicente Aquino

Uma paciente denunciou ter sido estuprada por um enfermeiro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal de Cuiabá-MT (HMC). O caso será investigado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher.

A vítima, de 45 anos, percebeu que foi violentada sexualmente e chamou os médicos. A situação ocorreu no sábado (17), mas só foi divulgado nesta segunda-feira (19).

Em nota, a Prefeitura de Cuiabá-MT informou que a paciente teve acompanhamento psicológico e recebeu as medicações. No entanto, não informou se o enfermeiro citado foi identificado ou afastado das atividades. (Veja a nota na íntegra ao final da matéria).

Os médicos chamaram a Polícia Militar, que fez o primeiro atendimento da vítima.

Em nota, a Polícia Civil informou que o caso é tratado como estupro de vulnerável, mas afirmou que não serão repassados mais detalhes por se tratar de crime de natureza sexual e para preservar a intimidade da vítima.

A ocorrência foi registrada no Plantão de Atendimento às Vítimas de Violência Doméstica e Sexual e será encaminhado para a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher.


NOTA DA PREFEITURA DE CUIABÁ-MT

Em relação ao suposto caso de estupro no Hospital Municipal de Cuiabá-MT, a Secretaria Municipal de Saúde informa:

A diretoria do HMC, assim que soube da situação, chamou imediatamente a polícia, que esteve no local e colheu informações para investigar o caso e está à disposição para colaborar com o que for necessário nas investigações.

A paciente teve acompanhamento psicológico e recebeu as medicações indicadas no protocolo para este tipo de situação.

O HMC ressalta que na UTI onde a paciente estava internada fica sempre uma equipe de plantão composta por 5 técnicos de enfermagem, 1 fisioterapeuta, 2 enfermeiros, 1 médico e 1 supervisor que cuida de todas as UTIs.


Fonte: G1 MT

             
    PUBLICIDADE