Terça, 26 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
POLÍCIA | CONFRESA - MT
16/08/2021 - 11:35
Homem que agia com extrema violência em assaltos contra mulheres é preso no Araguaia
Somente neste ano de 2021 ele cometeu cerca de cinco crimes patrimoniais de forma violenta.
O ÂNCORA - MT

O autor de vários roubos violentos cometidos contra mulheres em Confresa (MT) foi preso pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município, na tarde de sexta-feira (13). O suspeito de 24 anos foi autuado em flagrante, logo após assalto violento cometido contra uma mulher na cidade.

Conforme investigação, o flagrante decorreu do roubo praticado após o suspeito seguir a vítima por alguns minutos. Aproveitando que ela transitava sozinha em uma bicicleta, o criminoso se aproximou, empurrou a mulher violentamente ao chão, e mediante ameaças subtraiu a bolsa com todos os pertences da vítima.

Em seguida, a mulher procurou a Polícia Civil para registrar o boletim de ocorrência. Ocasião em que os investigadores em diligências localizaram o autor do roubo, que ao ser abordado, imediatamente assumiu o crime.

O suspeito também indicou o local onde havia escondido a bolsa da vítima, bem como revelou para quem havia acabado de vender o aparelho celular roubado.

Segundo o delegado da Derf de Confresa, Bruno Gomes, o suspeito preso nesta sexta-feira (13) é contumaz na prática de crimes e foi solto há poucos dias, estando preso por anteriores práticas de roubos.

“Somente neste ano de 2021 ele cometeu cerca de cinco crimes patrimoniais de forma violenta. Além de já ter sido condenado por, pelo menos, três deles, todavia, ao ser liberado, aproveitou-se para fazer outras vítimas”, lamentou o delegado.

Após ser interrogado e autuado em flagrante por roubo, o preso foi encaminhado para a Cadeia Pública de Vila Rica, onde ficará à disposição da Justiça.

O delegado Bruno Gomes representou pela conversão da prisão em flagrante por prisão preventiva, para que o inquérito seja concluído com todas as informações e provas do crime, e em seguida seja remetido ao Poder Judiciário e Ministério Público objetivando a responda por seus atos e receba a reprimenda penal.


Fonte: Assessoria da Polícia Civil-MT

             
    PUBLICIDADE