Segunda, 23 Maio de 2022
PUBLICIDADE
POLÍCIA | CÁCERES - MT
08/02/2022 - 16:25
Atiradores que mataram adolescente e feriram outras 6 pessoas em culto em MT não tinham alvo específico, diz delegado
Criminosos estavam em uma moto e atiraram contra todas as pessoas que faziam uma oração no local e, em seguida, fugiram.
O ÂNCORA MT
Politec esteve no local para atender a ocorrência. Foto: João Gabriel/Cáceres Notícias. Reprodução

O delegado responsável pelas investigações do atentado contra um grupo de fiéis no dia 16 de janeiro, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, afirmou que os atiradores não tinham um alvo específico. Os criminosos atiraram contra todas as pessoas que estavam no local e deixaram uma morta e seis feridos, entre eles um bebê.

A adolescente Kelry Camila da Silva Dias, de 16 anos, que foi uma das baleadas durante o culto evangélico, morreu nessa segunda-feira (7) após 22 dias internada.

Todos os outros seis receberam alta do hospital.

O delegado Wilson Souza disse que a região onde acontecia o culto é conhecida por uma grande movimentação de venda e consumo de drogas.

Ele informou que teve acesso a imagens de câmeras da região que flagraram o momento em que dois homens em uma moto param e atiram contra os fiéis.

“Eles não tinham um alvo específico, o que nos leva a dizer que atiraram contra todo o grupo de pessoas que fazia uma oração naquele local”, pontuou.

Segundo o delegado, todas as vítimas que receberam alta foram ouvidas. Elas afirmaram que não conhecem os atiradores e desconhecem a motivação do crime.

“As investigações continuam. Já temos alguns nomes específicos e algumas linhas de investigação sobre a motivação do crime e logo chegaremos aos mandantes e executores desse crime”, disse.

Kelry Camila da Silva Dias, de 16 anos, morreu 22 dias após ser baleada em culto religioso — Foto: Arquivo pessoal


O caso

Segundo o boletim de ocorrência, o fato ocorreu em uma igreja localizada na Rua dos Opalas, no Bairro Cohab Velha, em Cáceres. As testemunhas relataram à Polícia Militar que, durante o culto, dois homens chegaram em uma moto, efetuaram os disparos e fugiram em seguida.

Além de Kelry Camila, de 16 anos, que morreu, Genilza Peixoto Barbosa, de 36 anos, Rosiane Batista da Silva Gonsalves, de 27 anos, Gilmar Bezerra da Silva, de 41 anos, e Jorge Eduardo Araújo, de 45 anos, foram atingidos pelos disparos. Também foram baleadas um bebê recém-nascido e outra adolescente de 16.

Segundo testemunhas, um policial civil que estava no local levou algumas das vítimas até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em seu carro particular.

As outras pessoas baleadas foram encaminhadas até o Hospital Regional de Cáceres pela equipe do Corpo de Bombeiros.

A Polícia Civil e a Polícia Técnica (Politec) foram acionadas e estiveram no local, mas nenhum suspeito foi identificado até o momento.


Fonte: G1 MT

             
    PUBLICIDADE