Quarta, 12 Maio de 2021
PUBLICIDADE
INTERNACIONAL | FAMÍLIA REAL BRITÂNICA
09/04/2021 - 12:17
Morre aos 99 anos príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth II
Morte foi anunciada "com muito pesar" pelo Palácio de Buckingham; príncipe Philip e rainha Elizabeth II estavam casados há 74 anos.
O Âncora Internacional
Príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth II, durante evento em 22 de julho de 2020 Foto: ADRIAN DENNIS / AFP /22-7-2020

Morreu aos 99 anos nesta sexta-feira (09/04), o príncipe Philip, marido da rainha do Reino Unido, Elizabeth II, a causa da morte ainda não foi divulgada pelo Palácio de Buckinghan. Philip completaria 100 anos em junho. 

Sua morte foi anunciada na conta do Twitter da família por volta de meio-dia, horário de Londres (8h no Brasil). A rainha deve entrar de luto por oito dias. 

"É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real, o Príncipe Philip, Duque de Edimburgo. Sua Alteza Real faleceu pacificamente esta manhã no Castelo de Windsor", informou.

Em fevereiro de 2021, o príncipe Philip foi internado após passar mal, e foi submetido a uma cirurgia cardíaca, e recebeu alta depois de um mês. 

A pedido de Philip, o sepultamento será na capela de São Jorge, no Castelo de Windsor, onde também acontecerá o velório. 

Por conta da pandemia do Coronavírus, não será feita a cerimônia de Estado. 

A morte de Philip não altera a linha de sucessão ao trono britânico, encabeçada pelo seu filho mais velho com a rainha, o príncipe Charles, de 72 anos, seguido do filho mais velho de Charles com a princesa Diana, o príncipe William, de 38.

Após ser informado da morte do seu avô, de acordo com o jornal Daily Mail, o príncipe Harry começou a se prepara para retornar ao Reino Unido com intenção de dar apoio à família neste momento.

Harry abdicou de suas funções reais no ano passado e agora vive nos Estados Unidos com a esposa, Meghan Markle. 


VIDA

O príncipe Philip nasceu na Grécia em 1921. Era sobrinho do rei grego, Constantino I, embora, para confusão, ele não tenha sangue grego. Ele é descendente de alemão, dinamarquês e russo. Ele ingressou na marinha britânica em 1939, mas desistiu em 1951 para acompanhar a rainha nos seus deveres.  Ao todo, foram 22.219 compromissos solo e mais de 630 visitas solo ao exterior oficiais.

O príncipe Philip deixa a rainha, quatro filhos, oito netos e nove bisnetos.


EDUCAÇÃO

Filipe começou sua educação em uma escola americana em Paris dirigida por Donald MacJannet, que descreveu o príncipe como um menino "áspero, efusivo, mas sempre incrivelmente educado". Ele foi enviado para o Reino Unido em 1928 a fim de estudar na Escola Cheam, vivendo junto com sua avó materna a princesa Vitória de Hesse e Reno no Palácio de Kensington e com seu tio Jorge Mountbatten, 2.º Marquês de Milford Haven, na Mansão Lynden em Bray, Berkshire. Nos três anos seguintes suas quatro irmãs se casaram com nobres germânicos e foram viver na Alemanha, com sua mãe sendo colocada em um sanatório ao ser diagnosticada com esquizofrenia paranoide e seu pai indo morar em um pequeno apartamento em Monte Carlo. Pelo restante de sua infância, Filipe teve pouco contato com Alice. Ele foi enviado em 1933 para a Escola do Castelo de Salem porque tinha a "vantagem de se economizar taxas escolares" por ser propriedade de Bertoldo, Marquês de Baden e marido de sua irmã Teodora. Kurt Hahn, o fundador judeu de Salem, fugiu da Alemanha por causa da ascensão do nazismo e fundou a escola Gordonstoun na Escócia. Filipe foi para Gordonstoun após dois semestres em Salem. Sua irmã Cecília, o marido dela Jorge Donatus, Grão-Duque Herdeiro de Hesse-Darmstadt, os dois filhos meninos do casal e a mãe de Donatus a princesa Leonor de Solms-Hohensolms-Lich, morreram em 1937 em um acidente aéreo perto de Oostende, Bélgica; Filipe tinha dezesseis anos e compareceu ao funeral em Darmstadt. Seu tio o Marquês de Milford Haven morreu um ano depois de câncer.

             
    PUBLICIDADE