Domingo, 24 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
COVID-19 | NOVA XAVANTINA MT
09/02/2021 - 13:45
Nova Xavantina (MT) entra para classificação de alto risco para contaminação da Covid-19
O município, que tem pouco mais de 21 mil habitantes, registrou 1.199 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e 19 mortes em decorrência da doença.
O Âncora MT
Lacen analisa testes RT-PCR./ Foto: Reprodução/TV Anhanguera.

O município de Nova Xavantina (MT), 651 km de Cuiabá (MT), entrou para a classificação de risco alto para a contaminação da Covisd-19. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (SES) do boletim dessa segunda-feira (8).

O município, que tem pouco mais de 21 mil habitantes, registrou 1.199 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e 19 mortes em decorrência da doença.

Para os municípios classificados com alto risco de contaminação pela doença, as recomendações de medidas preventivas das classificações anteriores são mantidas (como distanciamento social e suspensão de aulas) e acrescentadas novas orientações como:

* Proibição de qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração

* Proibição de atendimento presencial em órgãos públicos e concessionárias de serviços públicos

* Adoção de medidas preparatórias para a quarentena obrigatória.

De acordo com a SES, dez municípios estão classificados com risco moderado para a Covid-19. São eles: Cuiabá (MT), Rondonópolis (MT), Várzea Grande (MT), Alta Floresta (MT), Sinop (MT), Primavera do Leste (MT), Barra do Garças (MT), Nova Mutum (MT), Cáceres (MT) e Juara (MT).

Outros 130 municípios estão na classificação de risco baixo, indicado pela cor verde.

O sistema de classificação que aponta o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos, é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

MEDIDAS DE ACORDO COM A CLASSIFICAÇÃO

As orientações para os municípios classificados como risco baixo são: evitar circulação de pessoas pertencentes ao grupo de risco, conforme definição do Ministério da Saúde; isolamento domiciliar de pacientes em situação confirmada de Covid-19 e quarentena domiciliar de pacientes sintomáticos em situação de caso suspeito para de Covid-19, entre outras.

Para os municípios classificados com o risco moderado de contaminação pelo vírus, o governo recomenda a implementação e manutenção de todas as medidas previstas para o nível de risco baixo, além de quarentena domiciliar para pessoas acima de 60 anos e grupos de risco definidos pelas autoridades sanitárias; suspensão de aulas em escolas e universidades.

DADOS DE MATO GROSSO

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) notificou, até esta segunda-feira (8), 227.208 casos confirmados da Covid-19, sendo registrados 5.334 óbitos em decorrência da doença no estado.

Do total, 7.829 estão em isolamento domiciliar e 213.028 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 290 internações em UTIs públicas e 284 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 74,17% para UTIs adulto e em 33% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá  (48.438), Rondonópolis  (16.208), Várzea Grande (14.611), Sinop (11.879), Sorriso (9.659), Tangará da Serra (9.545), Lucas do Rio Verde (8.800), Primavera do Leste (6.811), Cáceres (5.248) e Nova Mutum (4.730).

VACINAÇÃO

Mato Grosso vacinou 60.137 pessoas do grupo prioritário da primeira fase de vacinação contra a Covid-19, conforme dados divulgados pelo Ministério da Saúde, nesta segunda-feira. A população estimada nesta fase é de 112.049 pessoas.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que desse total, 52 mil são trabalhadores da saúde. Além desses profissionais, estão sendo imunizadas pessoas idosas com 60 anos ou mais que vivem em asilos ou instituições psiquiátricas, pessoas com deficiência institucionalizadas e indígenas que vivem em aldeias.

A maioria dos vacinados são mulheres. Conforme dados do Ministério da Saúde, em Mato Grosso, são 42.148 mulheres 17.989 homens vacinados.



Fonte: G1 MT

             
    PUBLICIDADE