Domingo, 24 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
COVID-19 | MATO GROSSO
17/03/2021 - 13:32
Governo faz contratação emergencial de 278 profissionais da saúde para atuar em linha de frente em 8 hospitais de MT
Entre os perfis selecionados, estão médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos, fisioterapeutas, assistentes sociais e técnicos de laboratório.
O Âncora MT
Profissionais vão atuar em linha de frente de combate a Covid-19. / Foto: Reprodução SES/MT.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES), lançou o processo seletivo para contratação emergencial e temporária de 278 profissionais para oito hospitais estaduais que realizam o tratamento da Covid-19.

Entre os perfis selecionados, estão médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos, fisioterapeutas, assistentes sociais e técnicos de laboratório. O edital do processo seletivo está no Diário Oficial.

Segundo a SES, esses profissionais devem suprir o aumento da demanda de atendimentos.

Mato Grosso já registrou mais de 277 mil casos e 6,5 mil mortes em decorrência da doença, até terça-feira (16).

Atualmente, há 488 pessoas internadas em UTIs públicas e 529 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 96,9% para UTIs adulto e em 66% para enfermarias adulto.

Por causa disso, o governador Mauro Mendes (DEM) anunciou na última quarta-feira (10), durante entrevista coletiva, a abertura de 500 leitos clínicos com ventilação mecânica e 160 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para atender pacientes com Covid-19 e a liberação de R$ 69,8 milhões aos municípios, em até cinco dias, para a contratação de profissionais de saúde, medicamentos e outras despesas necessárias para colocar os leitos em funcionamento.

Nos próximos três meses, segundo Mendes, devem ser liberados R$ 227 milhões para ampliar o atendimento aos casos da doença.

Para atender a essa demanda e integrar as equipes dos novos leitos, a SES faz o processo seletivo.

De acordo com o edital, as inscrições são realizadas desde o dia 19 de fevereiro exclusivamente pela internet e ficarão abertas pelo período de 30 dias, podendo ser encerradas ou prorrogadas após o vencimento do prazo.

Para a inscrição, é obrigatória a apresentação de documentos de identificação, currículo, diploma de conclusão do curso e inscrição no conselho de classe compatível à formação profissional.

Conforme consta descrito no edital, a remuneração prevê escalas de plantão diurno ou noturno, com o limite de até 12 ou 14 plantões mensais – a depender do perfil apresentado.

Os profissionais classificados podem ser chamados de imediato ou não, sendo que o processo seletivo também formará cadastro reserva.

O contrato dos profissionais se dá exclusivamente pelo regime de plantão e poderá ser rescindido de acordo com as necessidades do estado. O resultado final e a convocação dos aprovados serão publicadas no Diário Oficial.



Fonte: G1 MT

             
    PUBLICIDADE