Quarta, 27 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
COVID-19 | CORONAVÍRUS BARRA DO GARÇAS
27/06/2020 - 21:30
Barra do Garças (MT) já soma 14 mortes por Covid-19 e 198 infectados, diz boletim
Boletim mostra que cinco mortes foram registradas nas últimas 24 horas em unidades de saúde de Barra do Garças, MT
Jozean Benício de Almeida
Maior cidade da região do Araguaia recebe pacientes de vários municípios, dos cinco óbitos registrados nas últimas horas, um é de outra cidade. / foto: Jozean Benício

O novo Coronavírus já matou, desde o primeiro contágio em Barra do Garças, 14 pessoas.

Foi divulgado neste sábado (27), pela prefeitura de Barra do Garças (MT), o boletim de nº 64, que mostra os números de 198 casos confirmados, 84 recuperados e 14 óbitos na cidade.

Cinco dos oito leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pública de Barra do Garças estão ocupados. Já na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) a parte semi-intensiva continua com sua capacidade máxima.

O boletim apresentou um número alto em mortes em um dia, foram quatro óbitos por Covid-19 de barra-garcenses e uma de um morador de Primavera do Leste.

Os casos hospitalizados em unidades de Barra do Garças (MT) se apresentam da seguinte forma:

56 internados, sendo 43 na enfermaria;

24 óbitos, 14 residentes de Barra do Garças e outros 10 de outros municípios;

13 pessoas estão na UTI.


ESTADO DE MATO GROSSO

Mato Grosso tem 13.406 casos confirmados de contaminação pelo novo Coronavírus, 4.735 pessoas estão recuperadas e 7.600 em isolamento domiciliar, é o que afirma boletim dessa sexta-feira (26).

50,6% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,4% masculino, isso se considerado o número total de casos em todo o estado.

3.654 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos, a taxa de ocupação está em 91,1% para UTIs e em 32,8% para enfermarias.


BRASIL

No balanço do governo federal, são 1.313.667 brasileiros infectados, sendo que 38.693 casos foram confirmados entre ontem (26) e hoje (27).

Ainda de acordo com o governo federal, desse total de contaminados, 715.905 (54,5%) já estão curados e 540.692 (42,2%) estão sob investigação.

             
    PUBLICIDADE