Sexta, 22 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
COVID-19 | CASO POSITIVO
06/07/2020 - 20:47
Balizense faz teste para a Covid-19
Material coletado enviado ao laboratório credenciado chegará na próxima sexta-feira.
Jozean Benício de Almeida
Paciente realizou vários testes na semana passada que deram negativo. / foto: Reprodução

O paciente de Baliza-GO, que está com suspeita de contaminação pelo novo Coronavírus, passou por outro teste sorológico que deu positivo para a Covid-19. O homem teve contato com a primeira pessoa que testou positivo em Torixoréu-MT, no dia 01 de julho. 

A Secretaria de Saúde do município goiano aguarda o resultado do teste molecular - RT-PCR, realizado com as amostras enviadas ao laboratório credenciado na capital.  O homem e a família já estão em isolamento há 12 dias, sem contato com outras pessoas, e estão sendo monitorados pela equipe de saúde.

Na última sexta-feira ele realizou quatro testes sorológicos que deram negativos, mas um novo realizado na tarde de hoje (06/07) deu positivo. O quadro clínico de saúde é estável, sem agravos até o momento.

O laboratório Lacen-GO informou à Secretaria de Saúde de Baliza-GO que está com problemas técnicos internos e os resultados dos exames estão sendo enviados com um período estendido, assim, o resultado só sairá em aproximadamente 7 dias.

Em nota publicada nas redes sociais, a prefeitura de Baliza-GO divulgou que o teste mais confiável é o que está sendo feito pelo laboratório Lacen-GO. 


TESTES

Há dois tipos principais de testes para o novo coronavírus (Sars-Cov-2).

teste molecular - RT-PCR

teste rápido - sorológico

O exame molecular coleta material por meio de um cotonete que é inserido pelo nariz. Ele usa a chamada técnica RT-PCR (sigla em inglês para transcrição reversa seguida de reação em cadeia da polimerase) e pode ser feito a partir do terceiro dia de sintomas até o décimo. Ele avalia a presença de material genético do vírus, comprovando a doença ainda em sua fase aguda.

Já o teste rápido (exame sorológico) é indicado para pessoas que tiveram sintomas da doença há mais de dez dias. Os testes rápidos para detecção de anticorpos, agora disponíveis também em farmácias e drogarias, levam menos de uma hora para apresentar os resultados.

Eles avaliam se as amostras são reagentes aos anticorpos IgM e IgG.

             
    PUBLICIDADE