Domingo, 17 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
BRASIL | BARRA DO GARÇAS - MT
28/07/2021 - 15:34
Secretário de Indústria e Comércio recebe homenagem de precursores do airsoft em Barra do Garças (MT)
A Operação Fronteira é a união da prática esportiva do airsoft e a ação beneficente.
O ÂNCORA - MT
o secretário de Indústria, Comércio Exterior, Desenvolvimento Rural, Pesca e Aquicultura, José Bispo dos Santos, recebeu uma homenagem dos organizadores do evento beneficente de airsoft Operação Fronteira, Oswaldo Reami, Fabio Christovam e Igor Soares . / Foto: Reprodução

Na manhã desta quarta-feira (28) o secretário de Indústria, Comércio Exterior, Desenvolvimento Rural, Pesca e Aquicultura, José Bispo dos Santos, recebeu uma homenagem dos organizadores do evento beneficente de airsoft Operação Fronteira, Oswaldo Reami, Fabio Christovam e Igor Soares.

A Operação Fronteira é a união da prática esportiva do airsoft e a ação beneficente. O evento de nível nacional aconteceu em Barra do Garças nos dias 17 e 18 de julho e reuniu atletas de 7 estados diferentes, São Paulo, Minas Gerais, Amazonas, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás e o objetivo era arrecadação de materiais para a Creche Maria de Nazaré. 

Segundo os organizadores do evento o secretário Bispo foi um dos primeiros a apoiar e incentivar a prática do airsoft no munícipio e por isso recebeu o título de “Padrinho do Airsoft”. Além do secretário, a Operação Fronteira contou com o apoio da Prefeitura Municipal e a presença da Vigilância Sanitária e da Defesa Civil para que o evento ocorresse de acordo com as medidas de segurança. 

O airsoft é um esporte que mesmo antes da pandemia era praticado com equipamentos de proteção e distanciamento pelos próprios riscos da prática, e por isso a realização do evento foi viabilizada. 

O esporte consiste na participação dos jogadores em simulações de operações policiais, militares ou recreativas com armas de pressão que atiram pequenas bolinhas de plástico. No caso da Operação Fronteira o evento foi baseado na Guerra do Vietnã (1955-1975) onde os atletas precisavam cumprir as missões de suas equipes. 

O evento além de promover a prática esportiva, incentiva a cultura local e incita o turismo, pela diversidade e quantidade de atletas que se deslocam para a participação da simulação.



Fonte: Secom BG

             
    PUBLICIDADE