Quarta, 12 Maio de 2021
PUBLICIDADE
BRASIL | TRE MT
09/11/2020 - 19:36
Eleitor deve levar a própria caneta para assinar ficha e idosos terão prioridade nas primeiras 3 horas de votação, diz TRE-MT
Entre 7h e 10h idosos terão prioridade para votar.
O Âncora MT
Urnas eletrônicas devem ser higienizadas a cada voto. / Foto: Reprodução Gabriel Vieira TV TEM

Nas eleições para eleger os prefeitos, vereadores e para o Senado em Mato Grosso, das 7h00min às 10h00min, os idosos em todo o estado terão prioridade para votação, além do horário ser estendido das 7h00min às 17h00min. 

A alteração é por conta da pandemia do novo Coronavírus. Não haverá votação por biometria. Ela estará desabilitada e por questões de segurança os eleitores devem levar sua própria caneta para assinar a ficha de votação e, assim, evitar o compartilhamento de objeto com outras pessoas. Caso não seja possível, a caneta deverá ser higienizada após cada uso.

Quase 200 mil eleitores de Mato Grosso que não fizeram o cadastramento biométrico não poderão votar nas eleições deste ano. Em 34 cidades, o cadastramento é obrigatório e quem não fez no prazo teve o título cancelado. Nos demais municípios, até quem não fez poderá votar.

As eleições deste ano serão no dia 15 de novembro para a escolha de prefeitos, vereadores e de um senador.

Com a Covid-19, o cadastramento da biometria foi suspenso em 53 municípios. Os eleitores que não fizeram a biometria não serão impedidos de votar.

Somente após as eleições, os eleitores poderão procurar os cartórios eleitorais para regularizar a situação. A partir do dia 9 de dezembro, o cadastro estará reaberto e os eleitores poderão procurar a Justiça Eleitoral.

Para saber se a situação está regularizada e se a biometria foi realizada, basta entrar no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) que também tem a lista de todos os municípios em que a biometria está sendo necessária. No aplicativo também é possível ver a situação atual do eleitor e também o local onde vota.

O chefe de apoio as zonas eleitorais do TRE, Ailton Lopes, explica como será feito a votação neste ano e que há a possibilidade de ser feita com a apresentação do aplicativo no dia de votação.

"Apenas com o e-título, ele pode votar, não é necessário a apresentação do título eleitoral. Caso o eleitor não tenha uma possibilidade de baixar o aplicativo e tenha perdido o título eleitoral, ele pode votar com um documento com foto. Para aqueles que estiverem fora do domicílio, também pode se justificar através do e-título sem precisar ir até um local de votação", afirma.


Fonte: G1 MT

             
    PUBLICIDADE