Terça, 26 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
BRASIL | ARAGUAIA - MT
07/07/2021 - 16:43
Destinação de recursos pela Justiça do Trabalho viabiliza criação da Associação de Catadores de Recicláveis de Alto Araguaia
Repasses de 239 mil reais permitiram a compra de um caminhão, prensas hidráulicas, EPIs e curso de qualificação para que a associação fosse constituída
O ÂNCORA - MT
Caminhão comprado . / Foto: Reprodução

Por 22 anos, a família da catadora de materiais recicláveis Manuela Maria trabalhou no lixão da região de Alto Araguaia enfrentando um ambiente insalubre. Destinações de recursos realizadas pela Justiça do Trabalho em Mato Grosso e Ministério Público do Trabalho no valor total de 239 mil reais ajudaram a mudar essa realidade com a entrega de equipamentos e um caminhão de coleta para a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis (Ascalto), ocorrido na semana passada.

O projeto de criação da Ascalto, idealizado pela Prefeitura Municipal e parceiros, viabiliza trabalho digno aos 20 catadores, devolvendo a autoestima e a esperança de dias melhores aos trabalhadores que atuavam no lixão. “Não sabíamos que poderíamos receber essa ajuda. Foi muito importante porque mostrou que temos o apoio de muita gente e que nosso trabalho é valorizado”, comemorou Manuela Maria.

Além da compra de um caminhão para coleta de recicláveis, as destinações, autorizadas pela Vara do Trabalho de Alto Araguaia, também possibilitaram a compra de equipamento para compor a estrutura da associação como prensas hidráulicas, Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e ainda a realização de um curso para que os catadores pudessem constituir a Ascalto.

Segundo a juíza titular da unidade, Michelle Saliba, a destinação representa uma mudança de paradigma para a sociedade. “O projeto possibilitou a constituição da associação de catadores na região. Agora, esse grupo profissional pode contar com uma qualidade de vida digna saindo dos famigerados lixões e, ao mesmo tempo, auxiliar a sociedade com o desenvolvimento sustentável e coleta de recicláveis que até então não existia no município”, explicou.

A secretária de Assistência e Desenvolvimento Social de Alto Araguaia, Priscila Dourado, destacou a importância das parcerias para o desenvolvimento do projeto. “Não posso deixar de agradecer a Justiça do Trabalho e o MPT que foram nossos parceiros primordiais para realização desse sonho. A entrega do caminhão é uma grande conquista que vai trazer uma modificação ambiental muito grande no município. Através de muito trabalho, depois de um ano, conseguimos ver hoje a associação e associados entusiasmados, capacitados e com os equipamentos básicos para iniciarem as atividades”.

A Ascalto funciona em um galpão alugado pela Prefeitura às margens da BR- 364, saída para o município de Alto Garças. Para as atividades, o município custeia despesas com combustível e bolsa auxílio no valor de 550 reais por mês.

Durante a rápida cerimônia de entrega da associação e dos equipamentos, os trabalhadores foram beneficiados por outros parceiros do município, como o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), que destinou cestas básicas, incluindo itens de limpeza e higiene, além de dois cobertores para cada trabalhador.

Também participaram das entregas, representantes da Assembleia Legislativa, Prefeitura Municipal, vereadores de Alto Araguaia e Prefeitura de Poxoréo.


Fonte: Rede da Notícia

             
    PUBLICIDADE