Domingo, 24 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
BRASIL | GOIÂNIA GO
22/03/2021 - 15:26
Desempregada, cozinheira decide arrecadar alimentos para montar marmitas e doar a pessoas carentes em Goiânia (GO)
Vera Lúcia Rosa de Oliveira, de 55 anos, perdeu o emprego por causa da pandemia e, mesmo com as próprias dificuldades, abriu uma campanha nas redes sociais para evitar que famílias passem fome.
O Âncora GO
Mulher que está desempregada monta marmitas para doar a pessoas carentes, em Goiânia (GO). / Foto: Reprodução Vera Lúcia/Arquivo pessoal.

A cozinheira Vera Lúcia Rosa de Oliveira, de 55 anos, decidiu fazer marmitas em casa para alimentar pessoas que passam dificuldades na pandemia de Covid-19, em Goiânia (GO). Sem emprego, ela iniciou uma campanha para arrecadar alimentos nas redes sociais e em três dias conseguiu o suficiente para montar 60 marmitas, que foram entregues em uma casa de apoio no Setor de Campinas.

"Estou muito feliz e agradecida em poder ajudar. Quero muito continuar ajudando essas pessoas, por isso, a campanha ainda está aberta. Como estou desempregada, conto com a colaboração de todos para receber os alimentos e, assim, preparar as marmitas. Me ajudem a alimentar quem tem fome", diz Vera.

Vera conta que, por conta da pandemia, ela está sem emprego desde agosto do ano passado, quando foi demitida da instituição em que trabalhava há cinco anos. A ideia de montar as marmitas surgiu na última quinta-feira (18), após assistir a uma reportagem na TV Anhanguera.

"Vendo reportagens de pessoas passando dificuldades e até fome nesta pandemia, comecei a me preocupar. Daí pensei em começar a pedir ajuda e arrecadei alimentos para montar marmitas e entregar à pessoas que precisam", conta Vera.

Vera e a família conseguiram arrecadar alimentos na sexta-feira (19) e no sábado (20). Assim, no último domingo (21), ela conseguiu preparar 60 marmitas. Ela e os filhos fizeram um mutirão para preparar, montar e entregar as marmitas.

"Conseguimos arrecadar os alimentos com a ajuda de amigos, grupos da família e nas redes sociais. Como foi tudo muito rápido, no domingo acordei cedo e já comecei a montar as marmitas. E na hora do almoço, por volta das 12h ,conseguimos entregar na casa de apoio", diz.

Vera arrecada arroz, feijão, macarrão, carne, frango, verduras e óleo. Além de alimentos, ela também aceita doações de material descartável como embalagem de marmita, talheres, luvas e máscaras.



Fonte: G1 GO

             
    PUBLICIDADE