Domingo, 24 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
BRASIL | Fico
23/09/2021 - 07:34
Deputado e prefeitos unidos por infraestrutura à espera do trem
Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, com 383 quilômetros, ligará Água Boa a Mara Rosa à margem da Ferrovia Norte-Sul.
Por Eduardo Gomes de Andrade
Dr. Eugênio, Mariano (C.) e Baco (D.)

Quanto ao trem, não há nada mais a discutir; a Fico foi lançada pelo presidente Jair Bolsonaro. Resta agora criar infraestrutura em Cocalinho, Nova Nazaré e Água Boa, no Vale do Araguaia, que receberão a ferrovia, e nos municípios do entorno, para o boom econômico que dependerá da capacidade daquelas cidades. Debruçado sobre planos e projetos de desenvolvimento, o deputado estadual Dr. Eugênio (PSB) representou a Assembleia no lançamento da ferrovia, em Mara Rosa (GO), na sexta-feira (17), onde reuniu-se com os prefeitos Mariano Kolankiewicz, de Água Boa, e Marcio Aguiar – o Baco, de Cocalinho, para afinarem o discurso e botarem suas metas nos trilhos.

Fico é a Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, com 383 quilômetros, que ligará Água Boa a Mara Rosa à margem da Ferrovia Norte-Sul, cruzando Nova Nazaré  e Cocalinho. A obra orçada em R$ 2,7 bilhões será executada pela mineradora Vale em troca da prorrogação da concessão de duas estradas de ferro que opera: a Vitória a Minas e a Carajás. Os trilhos avançarão de Goiás para Mato Grosso e o trem apitará o Centro Geodésico do Brasil daqui a cinco anos, podendo esse prazo ser encurtado.

Antes da chegada do trem a região receberá milhares de novos moradores em busca de oportunidade. Preparar as cidades para a ferrovia é um desafio imenso. Além dos investimentos previstos nos orçamentos para o ano em curso, é hora de começar a montagem da engrenagem para o salto populacional, que inegavelmente aumentará a receita dos municípios, mas em contrapartida exigirá mais saneamento, escolas, postos de saúde e leitos hospitalares, unidades habitacionais, reforço na segurança pública e na oferta de lazer. Somem-se a isso a necessidade de qualificação de mão de obra para o fortalecimento das atividades já desenvolvidas e aquelas que surgirão.

Baco administra um município que terá uma guinada significativa. Cocalinho aguarda a conclusão da ponte de concreto sobre o rio das Mortes – com 483 metros, a maior de Mato Grosso – na MT-326 conhecida como Rodovia do Calcário, e o término de sua pavimentação. Graças ao trabalho do Dr. Eugênio na articulação com o governador Mauro Mendes, a ponte deixa de ser uma antiga promessa e ganha forma em concreto, para ser inaugurada ao término do primeiro trimestre de 2022, e a pavimentação também não demorará muito.

Quando Cocalinho estiver interligada à malha rodoviária federal na BR-158 em Água Boa, haverá o primeiro impacto de crescimento. O prefeito Baco e o deputado Dr. Eugênio terão que trabalhar em sintonia, porque a luta deles será, sobretudo, contra o tempo. No segundo momento, quando o trem chegar ao município as demandas serão ainda maiores.

Referência em saúde pública no seu entorno, Água Boa precisará, no primeiro momento, da ampliação do Hospital Regional Paulo Alemão e da instalação de um centro de hemodiálise, cujos recursos já foram assegurados pelo deputado. O prefeito Mariano, que é médico a exemplo do Dr. Eugênio sabe da urgência e necessidade de investimento nessa área.

Em Mara Rosa, Dr. Eugênio, Baco e Mariano viram a magnitude da obra ora iniciada, e ela não será maior do que a demanda por infraestrutura e projetos sociais ao longo dos trilhos. Para que o entendimento entre eles, e o prefeito de Nova Nazaré, João Filho, que não estava presente, alcance todos os objetivos, no prazo previsto, terá que contar com apoio dos vereadores e da população.

Enquanto a Fico avança, a representação política do Vale do Araguaia cumpre seu papel. Que em breve o trem apite no Coração do Brasil, e que aquela região esteja devidamente preparada para sua operacionalização, como sonha sua gente.

Por Eduardo Gomes de Andrade

             
    PUBLICIDADE