Quarta, 27 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
BRASIL | MANIFESTAÇÃO TORIXORÉU
28/06/2020 - 17:29
Barreira sanitária de Torixoréu - MT causa revolta em moradores
Manifestantes revoltaram depois que chefe do Poder Executivo de Torixoréu, MT reforçou a fiscalização nas barreiras e proibiu a entrada na cidade
Jozean Benício de Almeida
Cerca de trinta pessoas se reuniram no local, contudo, não houve registros do confronto ou prisões. A mobilização dos manifestantes foram feitas pelas redes sociais. / foto: Reprodução

A manifestação foi realizada por vários moradores de Baliza, cidade que fica no interior do estado de Goiás e faz divisa com Torixoréu, que fica em Mato Grosso. O grupo se reuniu após descordarem das medidas tomadas pela prefeita de Torixoréu, Inês Morais Mesquita Coelho, em reforçar as barreiras sanitárias, e proibir o acesso de moradores de Baliza - GO ao município.

Em votação feita na reunião da comissão de enfrentamento à Covid-19 em Torixoréu-MT, realizada na última segunda-feira, dia 22, ninguém deveria entrar na cidade, mas, segundo os moradores, não é o que o que está sendo aplicado. Em uma foto compartilhada nas redes sociais, manifestantes indignados mostram que passar pela barreira é é fácil para algumas pessoas, os critérios, segundo eles, é a amizade com o Secretário de Administração de Torixoréu, Odoni Mesquita.

Em entrevista ao SBT, Odoni Mesquita afirmou que o acesso a cidade seria livre caso pessoas precisassem de serviços essenciais como os das agências bancárias, mas a normal não foi válida por nenhum dia, todos são proibidos de entrar mesmo provando que precisam ir a bancos ou farmácias.

Mesmo com a proibição da entrada em Torixoréu - MT, a chefe do poder Executivo de Baliza - GO não bloqueou a entrada dos torixorinos na cidade goiana, à reportagem, ela disse que há medidas mais eficazes de combater o vírus, que tirar o acesso das pessoas.

Procuramos também a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita, mas até o fechamento da reportagem não obtivemos resposta.


MANDADO DE SEGURANÇA

Fernanda Nolasco Vanderley, prefeita de Baliza - GO, impetrou um Mandado de Segurança, assinado pelo jurista Eurípedes Nunes de Almeida, com pedido de tutela de urgência para que o judiciário suspenda os efeitos do decreto de Inês, que impede a livre circulação de pessoas e veículos entre os dois municípios.

Na petição protocolada ontem (26), Fernanda Nolasco pleiteia que seja deferida liminar para determinar, no prazo de 24 horas, que a prefeita de Torixoréu faça desobstruir e se abstenha de proibir a circulação dos munícipes residentes nos dois municípios. A prefeita pede ainda que seja mantida barreira apenas de caráter preventivo e educativo, com a presença de profissionais habilitados.

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
         
PUBLICIDADE