Quarta, 27 Outubro de 2021
PUBLICIDADE
Alexsander Duques dos Santos
Sargento da PMMT
Poder da cafeína
14/05/2020
Química do Café

As pessoas que me conhecem sabem o valor que dou a um bom café, logo pela manhã meu start é através de uma boa xícara de café, rápida leitura de notícias e colocar as conversas em dia.

Mas não é novidade para muitos que o café tem a força de um estimulante para atividade mental, redução da fadiga muscular e ainda nos deixa em alerta.

O que me chama atenção neste momento é que estamos perdendo o “poder” que o café tem em nossas vidas interioranas, para aquela pausa entre os colegas de trabalho tomar uma boa xícara de café e nos socializar, entre vizinhos um gole de café e um dedo de prosa.

Sabe aquele momento de tomar o café no final da tarde avaliando o dia e rir dos acontecidos? Não temos mais isso, estamos nos distanciando, toda essa pandemia, decretos e orientações estão nos deixando afastados daquela conversa tête-à-tête e daquelas reuniões nos bastidores pra matar o tempo e esperar que o relógio feche o expediente.

Ao ver tv, neste momento muitos programas sendo reprisados, de ver as pessoas não respeitando as distâncias sociais e estarem sem máscaras, isso te causa incômodo?

Se sim, bem vindo ao clube! O que até pouco tempo era um hábito terrível para o brasileiro, hoje nossas relações estão mudando e com isso àquela hora do cafezinho também parece ser apenas uma lembrança distante para ser lembrada de quando a história humana vai ser dividida em antes e depois do corona vírus nos livros de histórias.

Hoje o cafezinho causa engasgo, queima a língua e ainda se tornou intomável quando nos deparamos com apenas discussões de ideologia política e uma enxurrada de fake news.

Torcemos para que em breve surja a vacina, vidas sejam poupadas e rotinas sejam retomadas, mas te deixo uma pergunta, nunca mais seremos os mesmos?

 De certeza, só o momento, e deixo um trecho de uma música chamada “nunca mais seremos os mesmos” da banda de rock 365.

“Frases sem firmeza
Tempos de tristeza
Discursar no escuro
Por cima do muro”

         
PUBLICIDADE